“Felizes os que promovem a paz” – Ordenação presbiteral Diácono Jucélio de Oliveira, SJ

by Ronnaldhpublished on 27 de julho de 2023

Com o lema sacerdotal retirado de livro de Mateus, “Felizes os que promovem a paz porque serão chamados filhos de Deus”, diácono Jucélio de Oliveira, SJ, foi ordenado presbítero da Igreja a partir do carisma de Santo Inácio de Loyola.

O jesuíta após percorrer um intenso e profundo caminho de formação e discernimento vocacional, dá mais um passo em sua resposta generosa a favor dos demais.

Promotor da paz, filho de Deus, o agora padre Jucélio de Oliveira, SJ quer viver a máxima de seu fundador, transmitindo a partir da vida o dito “em tudo amar e servir!”.

A seguir

Jesuítas envolvidos com a missão juvenil da Rede Inaciana de Juventude - MAGIS BRASIL, participaram do primeiro Seminário Vocacional do Brasil, a partir do Terceiro ano vocacional promovido para Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) Atuando em Centros de Juventude, paróquias, pastorais universitárias, Espaços MAGIS e educação, a delegação de Companheiros de Jesus percebeu cada vez mais a necessidade de se trabalhar uma cultura vocacional que não desassocia juventude e vocação, como também o trabalho conjunto em prol das vocações. O encontro realizado no Mosteiro de Itaici em Indaiatuba (SP), casa jesuíta, oportunizou reflexão e sentido de pertença, para uma realidade e necessidade eclesial que parte de uma terra carismaticamente inaciana.

O junho verde está só começando! Ao longo desse mês te convidamos a assumir alguns compromissos pela Casa Comum e para começar queremos propor um roteiro de inserção socioambiental para você realizar junto com seu grupo. Assista o vídeo e confira!

Em visita ao sul e sudeste do Brasil, os monges que vivem nas Comunidades Taizé de Alagoinhas (BA) e na França visitaram diversos espaços religiosos para conhecerem a realidade local, dialogar com as Igrejas e conhecendo os desafios e esperanças, construir pontes.

A Articulação em rede entre MAGIS BRASIL, por meio do Centro MAGIS Anchietanum e Paróquia São Luís Gonzaga, com o apoio da Casa da Reconciliação, propôs experiências concretas junto dos jovens e demais fiéis a partir da espiritualidade nascida na França em meio a II Guerra Mundial.

Contatos que geram frutos

A Articulação em rede começou a partir do contato direto com o Secretário para Juventude e Vocações da Província dos Jesuítas do Brasil e diretor do Centro MAGIS Anchietanum, Padre Edson Tomé Pacheco, SJ. Através de diálogos e parcerias, a Paróquia São Luís Gonzaga abriu novamente as portas para as ações de espiritualidade de Taizé, fortalecendo o caminho para a partilha, formações, diálogos e vivências espirituais entre ambos.

No sábado, 22, no Centro MAGIS Anchietanum, cerca de 55 pessoas entre jovens e fiéis de diversas partes do Estado participaram da formação intitulada “O diálogo do Belo e da espiritualidade num mundo pós-moderno”, onde a partir da lógica da espiritualidade de Taizé os monges abordaram um novo modo de ser no mundo.

“Já havia participado da Jornada da Confiança seguindo a espiritualidade de Taizé. Quando soube que haveria um encontro em São Paulo com os irmãos de Taizé, senti a necessidade de vivenciar esse momento novamente, essa espiritualidade libertadora”, afirma Rodrigo Crivelaro de Santa Bárbara d’Oeste (SP).

O Lucenário Pascal

À noite, a atividade vivida ao longo do dia foi coroada na Paróquia São Luís Gonzaga na Avenida Paulista, localização privilegiada da capital.

O Lucenário Pascal, celebração com refrões meditativos, proclamação do Evangelho e momentos de silêncio, contou com a presença de mais de 120 pessoas que tiveram a oportunidade de vivenciar os frutos da parceria entre a Rede Inaciana de Juventude e Rede Inaciana de Paróquias.

Para Paula Melo que veio de Diadema (SP) a espiritualidade de Taizé e inaciana conjugam bem em sua vida. “Conhecer Taizé foi algo muito marcante porque é ecumênico e envolve diversas religiosidades dos jovens. Isso marca muito a minha vida. Unir isso à espiritualidade inaciana pra mim é manter a vida cotidiana em exercício e oração com a diversidade que temos hoje na sociedade”, destaca a participante e colaboradora do Centro MAGIS Anchietanum.

Ecumenismo e Reconciliação

Todo o processo foi construído junto com o movimento ecumênico da Arquidiocese de São Paulo representado pela Casa da Reconciliação que teve seus membros participando das duas atividades no sábado. Já na segunda-feira (24) os monges estiveram na Casa para uma roda de conversa intitulada “Diálogo Ecumênico e Espiritualidade de Taizé”.

Após esses encontros e visitas a espaços ortodoxos e anglicanos os monges partirão para Curitiba e Porto Alegre no sul do Brasil.

A Igreja Católica com seus diversos carismas e frentes apostólicas há muitos anos é reconhecida como a maior instituição de caridade do mundo. Visando o mandato de Jesus “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância, milhares de batizados dedicam-se diariamente ao fortalecimento da dignidade humana em todo o mundo. A Capital brasileira foi palco durante toda a semana da Coalizão dos Religiosos das Nações unidas pela Justiça. Cerca de 190 pessoas entre leigos, consagrados e religiosos provenientes de várias localidades do país, assim como dos Estados Unidos, Colômbia, Equador e Indonésia participaram de discussões acerca da fome, desigualdade social e violência. O diálogo para a dignidade humana motivou os presentes para um clima de sinodalidade e o tema da desigualdade levantado pela maioria serão discutidos em esferas locais nacionais e mundiais. A reflexão realizada aqui será encaminhada a ONU. Conferências, orações, partilhas de grupos e reflexões fizeram parte da programação que contribuiu para a assertividade das prioridades assumidas pelos religiosos. No querer continuo de em tudo amar e servir a comissão do encontro enviará uma carta a toda a América Latina e Caribe incentivando ações locais partindo de cada carisma, de cada diocese, de cada cristão.

A capital da Paraíba tornou-se centro da unidade inaciana, ao reunir os secretários da Rede de espiritualidade, e MAGIS BRASIL para o diálogo e a partilha de projetos, ações e necessidades locais. O encontro que durou pouco mais de uma hora e meia possibilitou a escuta atenta, propositiva e acolhedora de ramos como Fé e alegria, Instituto Humanitas, MEJ, leigos atuantes na pastoral paroquial e CVX. No final, os jovens presentes tiveram um encontro pessoal com o secretário para juventudes e vocações. De forma dinâmica, um conhecimento mutuo foi realizado Iniciativas como essa contribuem em peso para a vivencia da sinodalidade para a missão sonhada e vivênciada por Santo Inácio de Loyola
O magis inaciano nos ajuda a ser sempre mais para e com os demais. Foi o que aconteceu no Santuário Nacional dedicado a São José de Anchieta no Espírito Santo. Crianças, jovens, adultos e idosos dedicaram-se a construção dos tapetes de Corpus Chisti, preparando da melhor forma possível para que o Senhor que José de Achieta quis ser Companheiro pudesse passar. A entrega, fidelidade e fé do povo contribuiu para que a celebração ao final do dia pudesse ser fechada com chave de ouro. A síntese? Amor e compromisso, com as vocações e com todo o povo de Deus.
Seja o primeiro a comentar ““Felizes os que promovem a paz” – Ordenação presbiteral Diácono Jucélio de Oliveira, SJ”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ainda não há comentários.